Top thingy left
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
     
 

26 de outubro de 2021
Planeta jovem observado diretamente
Cientistas da Universidade do Hawaii descobriram um dos planetas mais jovens já encontrados em torno de uma distante estrela juvenil. Já foram descobertos milhares de planetas em torno de outras estrelas, mas este é diferente da esmagadora maioria dos outros porque é recém-formado e porque pode ser observado diretamente. [Ler mais]

     
     
  26 de outubro de 2021
Hubble fornece visão antecipada e sem precedentes da destruição de uma estrela
Como testemunha de uma morte violenta, o Telescópio Espacial Hubble da NASA deu recentemente aos astrónomos uma visão abrangente e sem precedentes dos primeiros momentos da morte cataclísmica de uma estrela. Os dados do Hubble, combinados com outras observações da estrela condenada a partir de telescópios espaciais e terrestres, podem dar aos astrónomos um sistema de alerta precoce para outras estrelas prestes a explodir. [Ler mais]
     
     
  26 de outubro de 2021
Um "guia de campo" para Júpiteres quentes
Os Júpiteres quentes - planetas gigantes e gasosos que orbitam extremamente perto das suas estrelas hospedeiras - tornaram-se um pouco menos misteriosos graças a um novo estudo que combina modelagem teórica com observações do Telescópio Espacial Hubble. [Ler mais]
     
     
  22 de outubro de 2021
Astrónomos detetaram sinais de uma atmosfera despojada de um planeta por um impacto gigante
Astrónomos descobriram evidências de um impacto gigante que ocorreu num sistema estelar próximo, a apenas 95 anos-luz da Terra. A estrela, chamada HD 172555, tem cerca de 23 milhões de anos e os cientistas suspeitaram que a sua poeira contém vestígios de uma colisão recente. [Ler mais]
     
     
  22 de outubro de 2021
Memórias "vulcânicas": buracos negros dão forma a bolhas, anéis e filamentos de "fumo intergaláctico"
Uma equipa internacional de investigadores, incluindo académicos da Universidade de Bolonha e do INAF (Instituto Nacional de Astrofísica), observou pela primeira vez a evolução do gás quente proveniente de um buraco negro ativo. Eles foram capazes de olhar para estas estruturas, bastante parecidas aos fluxos de gases produzidos por erupções vulcânicas, com detalhes sem precedentes e numa escala de tempo de cem milhões de anos. [Ler mais]
     
     
  22 de outubro de 2021
Astrónomos avistam anã branca a "ligar e a desligar-se"
A maioria das estrelas transforma-se em anãs brancas após queimarem o hidrogénio que as alimenta. Agora, os astrónomos viram um destes objetos galácticos a ligar e a desligar-se pela primeira vez. Os investigadores usaram o TESS, um satélite caçador de planetas, para observar o fenómeno único numa anã branca a cerca de 1400 anos-luz da Terra. [Ler mais]
     
     
  19 de outubro de 2021
Hubble encontra evidências de atmosfera de vapor de água persistente em Europa
Observações pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA revelaram recentemente vapor de água na atmosfera de Ganimedes, uma das luas de Júpiter. Uma nova análise de imagens e espectros de arquivo revelou agora que o vapor de água também está presente na atmosfera da lua gelada de Júpiter, Europa. A análise descobriu que uma atmosfera de vapor de água está presente apenas num hemisfério da lua. [Ler mais]
     
     
  19 de outubro de 2021
Cientistas encontram evidências de que o início do Sistema Solar abrigava uma lacuna entre as regiões interna e externa
No início do Sistema Solar, um "disco protoplanetário" de poeira e gás girou em torno do Sol e eventualmente coalesceu nos planetas que conhecemos hoje. Uma nova análise de meteoritos por cientistas do MIT (Massachusetts Institute of Technology) e de outras instituições sugere que existia uma lacuna misteriosa dentro deste disco há cerca de 4,567 mil milhões de anos, perto do local onde a cintura de asteroides reside hoje. [Ler mais]
     
 
Arquivo de notícias
 
  IMAGEM DO MÊS  
  NGC 7023: A Nebulosa da Íris
Crédito: Satwant Kumar
 
     
 
Estas nuvens cósmicas de poeira floresceram a cerca de 1300 anos-luz de distância nos férteis campos estelares da constelação de Cefeu. Chamada Nebulosa da Íris, NGC 7023 não é a única nebulosa a evocar imagens de flores. Ainda assim, esta imagem telescópica profunda mostra a gama de cores e simetrias da Nebulosa da Íris, embebida em campos circundantes de poeira interestelar. Dentro da própria Íris, um material nebular empoeirado envolve uma estrela jovem e quente. A cor dominante da nebulosa de reflexão mais brilhante é a cor azul, característica dos grãos de poeira que refletem a luz das estrelas. Os filamentos centrais da nebulosa de reflexão brilham com um tom avermelhado, mas ténue, pois alguma poeira efetivamente converte a radiação ultravioleta e invisível da estrela em luz vermelha visível. As observações infravermelhas indicam que esta nebulosa contém moléculas complexas de carbono, conhecidas como PAHs (hidrocarbonetos aromáticos policíclicos). As bonitas pétalas azuis da Nebulosa da Iris abrangem cerca de 6 anos-luz.
 
     
 
 
   

Receba as mais recentes notícias de Astronomia e imagens no seu e-mail, bem como efemérides astronómicas dos próximos dias.

INSCREVA-SE AQUI!!

Se já está inscrito e pretende cancelar a sua assinatura, também o poderá fazer nesta página.


 
    EFEMÉRIDES ASTRONÓMICAS - OUTUBRO
   
 
    O SOL AGORA
(cortesia SDO)
Carregar na imagem para ver mais
 
 
  FASE ATUAL DA LUA
(cortesia USNO)
Carregar na imagem para ver calendário
 
Top Thingy Right