Top thingy left
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
     
  Webb desvenda o caso de um exoplaneta inchado
24 de maio de 2024

Dados recolhidos com o Telescópio Espacial James Webb da NASA/ESA/CSA, combinados com observações anteriores do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, mostram surpreendentemente pouco metano (CH4) na atmosfera de WASP-107 b, indicando que o interior do planeta deve ser significativamente mais quente e o núcleo muito mais massivo do que se estimava anteriormente.
[Ler mais]

     
     
  Revelada a natureza de uma borboleta cósmica gigante
24 de maio de 2024

Os astrónomos descobriram o que é provavelmente o maior disco de formação planetária alguma vez visto, que aparece como uma borboleta cósmica gigante no céu noturno. Esta descoberta fornece uma nova perspetiva sobre os ambientes onde os planetas se formam.
[Ler mais]

     
     
  Usando material estelar oscilante, os astrónomos mediram pela primeira vez a rotação de um buraco negro supermassivo
24 de maio de 2024

Os astrónomos do MIT (Massachusetts Institute of Technology), da NASA e de outras instituições têm uma nova forma de medir a velocidade de rotação de um buraco negro, utilizando as consequências do seu banquete estelar. O método tira partido de um evento de perturbação de marés de um buraco negro - um momento de brilho intenso em que um buraco negro exerce marés sobre uma estrela próxima e a desfaz em pedaços.
[Ler mais]

     
     
  Telescópio Webb deteta a fusão de buracos negros mais distante até à data
21 de maio de 2024

Uma equipa internacional de astrónomos utilizou o Telescópio Espacial James Webb da NASA/ESA/CSA para encontrar evidências de uma fusão, em curso, de duas galáxias e dos seus enormes buracos negros quando o Universo tinha apenas 740 milhões de anos. Esta é a deteção mais distante de uma fusão de buracos negros alguma vez obtida e a primeira vez que este fenómeno foi detetado tão cedo no Universo.
[Ler mais]

     
     
  Astrofísicos descobrem um novo método para encontrar as primeiras estrelas
21 de maio de 2024

Um recente estudo realizado na Universidade de Hong Kong descobriu um novo método para detetar estrelas de primeira geração, conhecidas como estrelas da População III, que nunca foram detetadas diretamente. Estas potenciais descobertas acerca das estrelas da População III prometem desvendar os segredos da origem do Universo e proporcionar uma compreensão mais profunda da notável viagem desde o cosmos primordial até ao mundo que habitamos atualmente.
[Ler mais]

     
     
  Cientistas ajudam a desvendar os primórdios cósmicos da vida
21 de maio de 2024

A maneira como a vida teve início na Terra permanece em grande parte desconhecida. No entanto, um grupo de cientistas da Universidade do Hawaii em Manoa está a tentar mudar isso. Num artigo científico recentemente publicado, investigadores do Departamento de Química dessa instituição de ensino descobriram como algumas moléculas cruciais se podem formar no espaço, o que poderá levar a desenvolvimentos significativos sobre a origem da vida.
[Ler mais]

     
     
  Deteção de um exoplaneta do tamanho da Terra em órbita da estrela anã ultrafria SPECULOOS-3
17 de maio de 2024

O projeto SPECULOOS, liderado pelo astrónomo Michaël Gillon da Universidade de Liège, descobriu um novo exoplaneta da dimensão da Terra em torno de SPECULOOS-3, uma estrela "anã ultrafria" tão pequena como Júpiter, duas vezes mais fria que o nosso Sol e situada a 55 anos-luz da Terra. Depois do famoso TRAPPIST-1, SPECULOOS 3 é o segundo sistema planetário descoberto em torno deste tipo de estrela.
[Ler mais]

     
     
  WASP-193 b, um planeta gigante com uma densidade semelhante à do algodão doce
17 de maio de 2024

Uma equipa internacional liderada por investigadores do Laboratório EXOTIC da Universidade de Liège, em colaboração com o MIT (Massachusetts Institute of Technology) e com o Instituto de Astrofísica da Andaluzia, acaba de descobrir WASP-193 b, um planeta gigante de densidade extraordinariamente baixa que orbita uma estrela distante semelhante ao Sol.
[Ler mais]

     
 
Arquivo de notícias
 
  IMAGEM DO MÊS  
  A Nebulosa da Gaivota
Crédito: Gianni Lacroce
 
     
 
Uma vasta extensão de gás e poeira incandescentes apresenta aos astrónomos do planeta Terra um aspeto semelhante ao de uma ave, o que sugere o seu nome popular: a Nebulosa da GaivotaEste retrato do pássaro cósmico cobre uma faixa de 2,5 graus de largura no plano da Via Láctea, perto da direção de Sirius, a estrela alfa da constelação de Cão Maior. Claro, a região inclui objetos com outras designações de catálogo: nomeadamente NGC 2327, uma nebulosa de emissão e reflexão compacta e poeirenta com uma estrela massiva incorporada que forma a cabeça do pássaro. Provavelmente parte de uma estrutura de concha maior varrida por sucessivas explosões de supernova, a ampla Nebulosa da Gaivota está catalogada como Sh2-296 e IC 2177. O proeminente arco azulado abaixo e à direita do centro é um choque de arco da estrela fugitiva FN Canis Majoris. Dominado pelo brilho avermelhado do hidrogénio atómico, este complexo de nuvens de gás e poeira com outras estrelas da associação Canis Majoris OB1 estende-se por mais de 200 anos-luz à distância estimada de 3800 anos-luz da Nebulosa da Gaivota.
 
     
 
 
   

NOITES ASTRONÓMICAS EM FARO - OBSERVAÇÃO DA LUA
Data: 23 de abril de 2024
Hora: 21:00-23:00
Em conjunto com o Centro Ciência Viva Tavira iremos realizar esta sessão de observação astronómica pelas 21:00, na Marina de Faro, junto ao Jardim Manuel Bivar.
A sessão é gratuita. Participe!
Local: Marina de Faro, junto ao Jardim Manuel Bívar
A realização desta atividade está dependente das condições atmosféricas.
Informações: 289 890 920 | info@ccvalg.pt


 
 
   

Receba as mais recentes notícias de Astronomia e imagens no seu e-mail, bem como efemérides astronómicas dos próximos dias.

INSCREVA-SE AQUI!!

Se já está inscrito e pretende cancelar a sua assinatura, também o poderá fazer nesta página.


 
    EFEMÉRIDES ASTRONÓMICAS - MAIO
   
 
     
  O SOL AGORA
(cortesia Solar Dynamic Observatory)
 
   
  clique na imagem para ver mais alternativas em termos dos filtros usados pela sonda  
     
Top Thingy Right