Top thingy left
 
GIORDANO BRUNO
Giordano Bruno nasceu em 1548, em Noli (Itália), pouco tempo depois da publicação do Revolutionibus. Tendo optado pela vida monástica, Bruno foi um dos grandes pensadores do seu tempo.

Giordano Bruno considerava que Copérnico era um "simples matemático" que havia descoberto, por sorte, uma verdade profunda. Copérnico era, para ele, pouco mais que um daqueles compiladores de dados para Almanaques, que para ele não eram verdadeiros astrónomos.

Bruno apresentava uma visão filosófica do Universo diferente de todos os seus contemporâneos, contendo ideias que apenas vieram a ser retomadas no século XX.

Tal como Nicolas de Cusa, Bruno retoma a ideia que as estrelas do céu são sóis. No entanto, contrariamente a Nicolas de Cusa, era um geocentrista.

Bruno ia mais longe, afirmando mesmo no seu livro, Del Universo Infinito et Mondi (figura 2), que em torno desses sóis haveria planetas como aqueles que giram à volta do Sol.

Tal como Galileu e Kepler, Bruno acreditava que a Bíblia era um texto moral e salutar, onde os autores haviam adoptado uma linguagem adequada às pessoas comuns. Para eles, a Bíblia nunca havia sido pensada como meio de ensinar Astronomia ou a filosofia da Natureza.

Bruno surge na época em que a Igreja define uma política oficial relativamente à Astronomia, pelo que tendo defendido as suas ideias revolucionárias até ao fim, morreu na fogueira, condenado por heresia pela Inquisição, a 17 de Fevereiro de 1600.


Figura 1 - Giordano Bruno.


Figura 2 - Capa do livro Del Universo Infinito et Mondi.

 
Top Thingy Right