Top thingy left
 
TESS COMPLETA A SUA MISSÃO PRINCIPAL
14 de agosto de 2020

 


O TESS da NASA, visto aqui nesta impressão de artista, identifica exoplanetas em órbita das estrelas mais brilhantes e próximas. Isto permite com que telescópios terrestres e o futuro Telescópio Espacial James Webb façam observações de acompanhamento a fim de caracterizar as suas atmosferas.
Crédito: Centro de Voo Espacial Goddard da NASA

 

No dia 4 de julho, o TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) da NASA completou a sua missão principal, observando cerca de 75% do céu estrelado como parte de um levantamento de dois anos. Ao capturar este mosaico gigante, o TESS encontrou 66 novos exoplanetas, ou mundos para lá do nosso Sistema Solar, bem como cerca de 2100 candidatos que os astrónomos estão a trabalhar para confirmar.

"O TESS está a produzir um 'dilúvio' de observações de alta qualidade, fornecendo dados valiosos numa ampla gama de tópicos científicos," disse Patricia Boyd, cientista do projeto TESS no Centro de Voo Espacial Goddard da NASA em Greenbelt, no estado norte-americano de Maryland. "Já é um sucesso estrondoso, mesmo antes de entrar na sua missão estendida."

O TESS monitoriza faixas do céu com 24 por 96 graus, chamadas sectores, durante cerca de um mês, usando as suas quatro câmaras. A missão passou o seu primeiro ano observando 13 sectores que abrangem o céu do hemisfério sul e depois passou mais um ano a observar o céu do hemisfério norte.

Agora na sua missão estendida, o TESS voltou-se para retomar a observação do hemisfério sul. Além disso, a equipa do TESS introduziu melhorias na maneira como o satélite recolhe e processa dados. As suas câmaras capturam agora uma imagem completa a cada 10 minutos, três vezes mais depressa do que durante a missão principal. Um novo modo rápido permite que o brilho de milhares de estrelas seja medido a cada 20 segundos, juntamente com o método anterior de recolher estas observações de dezenas de milhares de estrelas a cada dois minutos. As medições mais rápidas vão permitir que o TESS resolva com mais eficácia as mudanças de brilho provocadas por oscilações estelares e capture proeminências explosivas de estrelas ativas com mais detalhes.

Estas mudanças permanecerão em vigor durante a missão estendida, que será dada como concluída em setembro de 2022. Depois de passar um ano a observar o céu do hemisfério, o TESS passará outros 15 meses a recolher observações adicionais do hemisfério Norte e a pesquisar áreas ao longo da eclíptica - o plano da órbita da Terra em torno do Sol - que o satélite ainda não fotografou.

O TESS procura trânsitos, o escurecimento revelador de uma estrela provocada quando um planeta em órbita passa em frente dela a partir do nosso ponto de vista. Entre as mais recentes descobertas planetárias da missão está o seu primeiro mundo do tamanho da Terra, de nome TOI 700 d, localizado na zona habitável da sua estrela, a gama de distâncias em que as condições podem ser as ideais para permitir água líquida à superfície. O TESS revelou um planeta recém-formado em torno da jovem estrela AU Microscopii e encontrou um mundo do tamanho de Neptuno em órbita de dois sóis.

Além das suas descobertas planetárias, o TESS observou o surto de um cometa no nosso Sistema Solar, bem como os de inúmeras estrelas. O satélite descobriu eclipses inesperados num sistema estelar binário bem conhecido, resolveu um mistério sobre uma classe de estrelas pulsantes e explorou um mundo que passa por estações moduladas pela sua estrela. Ainda mais notável, o TESS observou um buraco negro numa galáxia distante despedaçar uma estrela parecida com o Sol.

Missões com a do TESS ajudam a contribuir para o campo da astrobiologia, a pesquisa interdisciplinar sobre as variáveis e condições de mundos distantes que poderiam abrigar vida como a conhecemos, e que forma essa vida poderia assumir.

 

 


comments powered by Disqus

 

// NASA (comunicado de imprensa)


Saiba mais

Cobertura da missão do TESS pelo CCVAlg - Astronomia:
30/03/2018 - NASA prepara o lançamento da próxima missão a procurar novos mundos
17/04/2018 - Estamos sozinhos? O novo caçador de planetas da NASA tem como objetivo descobrir
20/04/2018 - Caçador de planetas da NASA a caminho de órbita
22/05/2018 - Novo caçador de planetas da NASA passa pela Lua e obtém imagem inicial de testes
11/01/2019 - TESS da NASA descobre novos exoplanetas, "apanha" distantes supernovas
02/04/2019 - Fluxo de dados da missão TESS leva à descoberta de um planeta do tamanho de Saturno
19/04/2019 - TESS descobre o seu primeiro planeta do tamanho da Terra
11/06/2019 - Missão espacial TESS descobre cinco estrelas raras
02/07/2019 - TESS encontra o seu exoplaneta mais pequeno até agora
23/07/2019 - Observação de supernova, a primeira do seu tipo, usando um satélite da NASA
30/07/2019 - Missão TESS completa primeiro ano de observações, vira-se para o céu do hemisfério norte
02/08/2019 - Astrónomos encontram sistema exoplanetário próximo com um mundo habitável
02/08/2019 - TESS da NASA marca "hat trick" com 3 novos mundos
23/08/2019 - Exoplaneta rochoso e do tamanho da Terra não tem atmosfera
01/10/2019 - Missão TESS da NASA avista o seu primeiro buraco negro destruidor de estrelas
29/10/2019 - Os meus três "sóis"
01/11/2019 - Missão espacial TESS revela planeta improvável
08/11/2019 - TESS apresenta panorama do céu do hemisfério sul
10/01/2020 - TESS encontra o seu primeiro planeta do tamanho da Terra na zona habitável
21/01/2020 - TESS determina idade de antiga colisão com a Via Láctea
31/01/2020 - Como os modelos climáticos da Terra ajudam os cientistas a imaginar vida em mundos inimagináveis
05/05/2020 - Este planeta superquente não tem céus azuis
19/05/2020 - TESS da NASA permite estudo inovador de pulsações estelares confusas
26/06/2020 - TESS e Spitzer descobrem um mundo em órbita de jovem estrela única
03/07/2020 - Primeiro núcleo exoplanetário exposto permite vislumbrar outros mundos
03/07/2020 - TESS da NASA fornece novas ideias sobre um mundo ultra-quente
24/07/2020 - Redescoberta de mundo "perdido" é um passo em frente para encontrar planetas habitáveis

TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite):
NASA
NASA/Goddard
Programa de Investigadores do TESS (HEASARC da NASA)
MAST (Arquivo Mikulski para Telescópios Espaciais)
Exoplanetas descobertos pelo TESS (NASA Exoplanet Archive)
Wikipedia

Exoplanetas:
Wikipedia
Lista de planetas (Wikipedia)
Lista de exoplanetas potencialmente habitáveis (Wikipedia)
Lista de extremos (Wikipedia)
Open Exoplanet Catalogue
PlanetQuest
Enciclopédia dos Planetas Extrasolares

TOI 700:
Wikipedia
TOI 700 b (Exoplanet.eu)
TOI 700 c (Exoplanet.eu)
TOI 700 d (Exoplanet.eu)
TOI 700 d (Wikipedia)

AU Mic:
Wikipedia
AU Mic b (Exoplanet.eu)

 
Top Thingy Right