Top thingy left
 
Um novo começo: a procura por Tatooines mais temperados
27 de fevereiro de 2024
 

Um planeta desértico situado num sistema estelar binário.
Crédito: imagem gerada por IA, Michael S. Helfenbein
 
     
 
 
 

A infância de Luke Skywalker podia ter sido um pouco menos dura se tivesse crescido num Tatooine mais temperado - como nos identificados num novo estudo realizado na Universidade de Yale.

De acordo com os autores do estudo, existem mais planetas climaticamente amenos em sistemas estelares binários - por outras palavras, aqueles com dois sóis - do que se sabia anteriormente. E, dizem, pode ser um sinal de que, pelo menos em alguns aspetos, o Universo se inclina na direção de um alinhamento ordenado em vez de um desalinhamento caótico.

Para o estudo, os investigadores analisaram planetas em sistemas estelares binários - sistemas em que planetas individuais orbitam em torno de uma estrela hospedeira, com uma segunda estrela, localizada nas proximidades, a orbitar todo o sistema (o fictício planeta desértico Tatooine, dos filmes "Guerra das Estrelas", encontra-se num sistema estelar binário).

"Mostramos, pela primeira vez, que existe um inesperado 'amontoado' de sistemas onde tudo está alinhado", disse Malena Rice, professora assistente de astronomia na Faculdade de Artes e Ciências de Yale e principal autora do novo estudo, publicado a 22 de fevereiro na revista The Astronomical Journal. "Os planetas orbitam precisamente na mesma direção em que a primeira estrela gira e a segunda estrela orbita esse sistema no mesmo plano que os planetas."

A equipa de Rice utilizou uma variedade de fontes, incluindo o catálogo Gaia DR3 de astrometria estelar de alta precisão, a tabela de Parâmetros de Sistemas Planetários do Arquivo de Exoplanetas da NASA e o catálogo TEPCat de medições de ângulos de rotação-órbita para exoplanetas, a fim de criar geometrias 3D de planetas em sistemas estelares binários.

Os investigadores descobriram que nove dos 40 sistemas que estudaram tinham um alinhamento "perfeito".

"Pode ser uma indicação de que os sistemas planetários gostam de se orientar para uma configuração ordenada", disse Rice. "Isto também é uma boa notícia para a formação de vida nesses sistemas. As companheiras estelares que estão alinhadas de forma diferente podem causar estragos nos sistemas planetários, derrubando-os ou aquecendo os planetas ao longo do tempo".

E qual seria o aspeto de um Tatooine mais temperado?

Durante algumas estações do ano, seria dia continuamente, com uma estrela a iluminar um lado do planeta, enquanto a outra estrela iluminava a outra metade do planeta. Mas essa luz estelar nem sempre seria escaldante, porque uma das estrelas estaria muito mais longe.

Noutras estações do ano, ambas as estrelas iluminariam o mesmo lado do planeta, com uma estrela a parecer muito maior do que a outra.

// Universidade de Yale (comunicado de imprensa)
// Artigo científico (The Astronomical Journal)
// Artigo científico (arXiv.org)

 


Quer saber mais?

Exoplanetas:
Wikipedia
Lista de planetas (Wikipedia)
Lista de exoplanetas potencialmente habitáveis (Wikipedia)
Lista de exoplanetas mais próximos (Wikipedia)
Lista de extremos (Wikipedia)
Lista de exoplanetas candidatos a albergar água líquida (Wikipedia)
Open Exoplanet Catalogue
NASA
Exoplanet.eu

 
   
 
 
 
Top Thingy Right