Top thingy left
 
DAWN A UM PASSO DE VIAGEM ATÉ CINTURA DE ASTERÓIDES
12 de Setembro de 2007
 

A sonda Dawn completou a viagem de 25 km do Centro de Operações Espaciais Astrotech em Titusville, Flórida, para a pista 17B de Cabo Canaveral. O período de lançamento da Dawn, a odisseia de oito-anos e mais de 5 mil milhões de quilómetros até ao coração da cintura de asteróides da NASA, abre a 26 de Setembro.

"Daqui, o único caminho é para cima," disse Keyur Patel, líder do projecto Dawn no JPL da NASA em Pasadena, Califórnia. "Estamos ansiosos em separar a Dawn da Terra e assim fazer alguma história."

O objectivo da Dawn é caracterizar as condições e processos de uma das épocas iniciais do Sistema Solar que tem 4.5 mil milhões de anos, ao investigar em detalhe o gigantesco asteróide Vesta e o planeta-anão Ceres. Estes residem entre Marte e Júpiter, na famosa cintura de asteróides. Os cientistas teorizam que estes seriam possíveis planetas que nunca tiveram a oportunidade de crescer. No entanto, cada um destes seguiu um percurso evolucionário bastante diferente durante os primeiros milhões de anos do Sistema Solar. Ao investigar dois objectos díspares durante a viagem de oito anos da sonda, a missão Dawn espera melhor compreender os mistérios da formação planetária. A Dawn será a primeira sonda a orbitar um objecto da cintura de asteróides e a primeira a orbitar dois corpos depois de deixar a Terra. Imagens recentes tiradas pelo Telescópio Hubble levantam mais intrigantes questões sobre a evolução destes dois asteróides.

Agora que a carga Dawn está no topo do foguetão Delta II 7925-H, m modelo mais pesado do padrão Delta II que usa propulsores maiores, um teste final foi levado a cabo. Este teste integrado do Delta II e da Dawn trabalhando em conjunto simulou todos os eventos que ocorrerão no dia do lançamento, mas sem o combustível a bordo do veículo.

A sonda será posta numa trajectória em que encontrará Marte e onde usará a gravidade do Planeta Vermelho para fazer a manobra de impulso gravitacional, o que a porá em Vesta em 2011 e em Ceres em 2015. A sonda orbitará a cada vez menores altitudes por cima dos dois astros durante visitas que poderão durar vários meses com o objectivo de determinar a composição, estrutura interna e história evolucionária dos corpos. "A Dawn é também uma viagem no tempo," diz Chris Russell, cientista da missão. "Ceres e Vesta foram alterados muito menos que outros corpos. A Terra muda a toda a hora, e por isso esconde a sua história, mas acreditamos que Ceres e Vesta, formados há mais de 4.5 mil milhões de anos, preservaram os seus registos mais antigos.

Acredita-se que Vesta seja rocha sólida. O objecto de forma oval tem um diâmetro médio de 515 km, mas Ceres poderá albergar água ou gelo por baixa da sua crosta rochosa. O "planeta bebé" tem um diâmetro médio de 960 km.

A janela de lançamento começa a 26 de Setembro e acaba a 15 de Outubro.

Links:

Notícias relacionadas:
NASA (comunicado de imprensa)
Aero-News Network
Spaceflight Now

Missão Dawn:
Página oficial
Wikipedia

Vesta:
Wikipedia

Ceres:
Wikipedia

 

Ilustração de artista da Dawn com Vesta (esquerda) e Ceres (direita) (a proximidade com Vesta é uma licença artística).
Crédito: NASA/JPL
(clique na imagem para ver versão maior)
 
Top Thingy Right