Top thingy left
 
INVESTIGAÇÃO DO QUE ACONTECEU AO SCHIAPARELLI FAZ PROGRESSOS
25 de novembro de 2016

 


Impressão de artista do módulo Schiaparelli depois de desacelerar na atmosfera marciana e antes de desdobrar o seu para-quedas.
Crédito: ESA/ATG medialab
(clique na imagem para ver versão maior)

 

Foram realizados progressos significativos na investigação da anomalia do ExoMars Schiaparelli de dia 19 de outubro. Um grande volume de dados recuperados do "lander" marciano mostra que a entrada atmosférica e a travagem associada ocorreram exatamente como esperado.

O para-quedas desdobrou-se normalmente a uma altitude de 12 km e a uma velocidade de 1730 km/h. O escudo térmico do veículo, tendo servido o seu propósito, foi libertado a uma altitude de 7,8 km.

À medida que o Schiaparelli descia com o seu para-quedas, o seu altímetro/radar Doppler funcionou corretamente e as medições foram incluídas no sistema de orientação, navegação e controlo. No entanto, a saturação - medição máxima - do IMU (Inertial Measurement Unit) ocorreu pouco depois da implantação do para-quedas. O IMU mede as rotações do veículo. O seu output foi, geralmente, como o previsto, exceto para este evento, que persistiu por cerca de um segundo - mais do que seria de esperar.

Quando diluídas no sistema de navegação, as informações erróneas geraram uma altitude estimada que era negativa - ou seja, abaixo do nível do solo. Isto, por sua vez, desencadeou uma libertação prematura do para-quedas e da concha traseira, um breve disparo dos propulsores de travagem e, finalmente, a ativação dos sistemas terrestres como se o Schiaparelli já tivesse aterrado. Na realidade, o veículo ainda estava a uma altitude de aproximadamente 3,7 km.

Este comportamento foi claramente reproduzido em simulações de computador da resposta do sistema de controlo à informação errónea.

"Esta ainda é uma conclusão muito preliminar das nossas investigações técnicas," afirma David Parker, Diretor de Voo Espacial Humano e Exploração Robótica da ESA. "O quadro completo será fornecido no início de 2017, pelo futuro relatório de uma comissão de inquérito independente e externa, que está agora a ser criada conforme solicitado pelo Diretor-Geral da ESA, sob a presidência do Inspetor-Geral da ESA.

"Mas teremos aprendido muito com o Schiaparelli, o que vai contribuir diretamente para a segunda missão ExoMars, atualmente em desenvolvimento pelos nossos parceiros internacionais, com lançamento previsto para 2020."

"A ExoMars é extremamente importante para a ciência e exploração europeias," afirma Roberto Battiston, presidente da agência espacial italiana ASI. "Juntamente com todos os estados participantes no programa, vamos trabalhar para a conclusão bem-sucedida da segunda missão ExoMars.

"A forte parceria da ESA e da ASI continuará a ser instrumental nesta valiosa e empolgante missão europeia."

Entretanto, os dados científicos dos instrumentos a bordo do Schiaparelli durante a entrada, além dos dados de rastreamento do TGO (Trace Gas Orbiter) da ExoMars, da Mars Express e do GMRT (Giant Metrewave Radio Telescope) na Índia, foram passados às equipas científicas. Estes dados vão contribuir para a compreensão do Planeta Vermelho e, especialmente, da sua atmosfera.

O TGO está a começar a sua primeira série de observações científicas desde que chegou ao Planeta Vermelho no dia 19 de outubro, aproveitando a órbita inicial antes de começar uma longa série de manobras de aerotravagem que vão colocar a nave espacial na sua órbita operacional lá para o final de 2017.

 


comments powered by Disqus

 

Links:

Cobertura da missão ExoMars 2016 pelo Núcleo de Astronomia do CCVAlg:
22/11/2016 - Nova sonda ESA prepara-se para a primeira ciência
08/11/2016 - Local da colisão do Schiaparelli a cores
01/11/2016 - Imagens detalhadas do Schiaparelli e da sua maquinaria de descida em Marte
25/10/2016 - MRO observa local de atereragem do Schiaparelli
21/10/2016 - ExoMars 2016 - TGO em órbita de Marte; destino do Schiaparelli ainda por apurar
18/10/2016 - ExoMars preparada para o Planeta Vermelho
14/10/2016 - O que esperar da câmara do módulo Schiaparelli
07/10/2016 - Os perigos de aterrar em Marte
15/03/2016 - Missão ExoMars parte para Marte
08/03/2016 - Sonda ExoMars com lançamento previsto

Notícias relacionadas:
ESA (comunicado de imprensa)
SPACE.com
SPACENEWS
PHYSORG
Reuters
BBC News
sky NEWS
The Verge
Gizmodo
Observador

ExoMars TGO:
ESA
Wikipedia

"Lander" Schiaparelli:
ESA
Wikipedia

ExoMars 2020:
ESA
Wikipedia

Marte:
Núcleo de Astronomia do CCVAlg
Wikipedia

 
Top Thingy Right